Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \31\UTC 2009

Durante todo o dia de hoje (31), na Biblioteca Municipal Elza Miguel Brandão estiveram presentes os representantes do SEBRAE Ronaldo Pompeu, Gestor do Projeto Turismo Território de Teresina, Fabiana Ribeiro e Selma Maia do SEBRAE Nacional realizando a II Consultoria que está acontecendo em cinco municípios do Estado. O encontro é a continuação da visita feita entre 24 e 26 de junho passado e visa acima de tudo criar ações que melhorem a infra-estrutura da cidade no que diz respeito ao turismo.

sebrae_castelo1Consultora do SEBRAE, Selma Maia abrindo reunião e Fabiana Ribeiro ao fundo

Para essa situação foram planejadas duas etapas. Pela manhã, o público de sete pessoas representadas por artesãos, condutores de visitantes, funcionários públicos e costureiras foi dividido em dois grupos de três e quatro pessoas onde foi distribuída uma ficha da qual os participantes colocaram pontos que poderiam ser melhorados dentro do nosso turismo. Em seguida um integrante de cada grupo foi à frente relatar sobre tais ações, sobre os órgãos que poderiam ajudar a realizá-las, período necessário à sua realização e local onde as mesmas iriam ser implantadas. As ações escolhidas foram a sinalização nas trilhas ecológicas do turismo castelense, a implantação das lixeiras na localidade Pedreiras, melhoramento no lazer da cidade, melhoramento na Associação dos Artesãos (AACP).

 

sebrae_castelo3Jordâno Rodrigues, membro da Condatur 

 

sebrae_castelo4

Josué Stefan, Presidente da Associação dos Artesãos – AACP

Ao final das apresentações foi feita uma votação para escolha de duas das ações que na parte da tarde seriam as escolhidas para serem trabalhadas durante o tempo que a consultoria acontecerá na cidade (uma vez por mês de junho a dezembro de 2009). A vitória ficou com a sinalização das trilhas ecológicas e o melhoramento da Associação dos Artesãos. Na parte da tarde com um público de dez pessoas entre elas o presidente da CONDATUR – Associação de Condutores de Visitantes de Castelo Robson Miguel, coordenadores de órgãos públicos, condutores de visitantes, artesãos, secretários públicos e costureiras foram discutidas as iniciativas para as realizações das ações e divisão dos grupos que irão executar o projeto.

O que se espera a partir de então são resultados positivos para o melhoramento da infra-estrutura turística castelense, e sabe-se que eles poderão vir dependendo da colaboração, do censo comunitário de cada um, pois como diz Henry Ford “Reunir-se é um começo, manter-se unido é um progresso, trabalhar unido é um sucesso”!

Jordâno Rodrigues

Membro da Condatur

Read Full Post »

Qual atrativo turístico castelense fará mais sucesso no Cachaça Fest 2009? Essa era a pergunta da enquete que ficou no ar de 21/04 a 29/07/2009, sendo que a Pedra do Castelo obteve 54% dos votos, consagrando-se no topo da preferência dos votantes. O canion do rio Poti ficou com apenas 5% dos votos e ainda 2% votaram na opção “Outro”, referindo-se a um atrativo que não aparecia na enquete.

 

ENQUETE ATRATIVOS CACHAÇA FEST 2009

Read Full Post »

Como não poderia deixar de ser, a V Edição do Cachaça Fest foi sucesso tanto de público quanto de vendas, mostrando o quanto o evento tem contribuído para alavancar a economia de Castelo, inclusive valorizando o artesanato e o turismo local, tornando-os conhecidos além fronteiras.

LOGO C. FEST

Os atrativos turísticos receberam intensa visitação durante os três dias, com o devido acompanhamento dos condutores associados à Condatur e apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí, que garantiu a segurança, principalmente na Cachoeira das Arraias, rio Poti e cânion do rio São Miguel. Também digno de nota a participação da Secretaria Municipal de Saúde com ambulâncias e pessoas qualificadas para atender possíveis urgências, tanto nos atrativos naturais quanto na praça de eventos.

Como era esperando, o roteiro mais visitado foi o Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo, que engloba, além da própria Pedra, também a Cachoeira das Arraias, que pela primeira vez nessa época, estava com queda d´água espetacular, garantindo a satisfação total de todos que por lá passaram. Não podemos deixar de mencionar os sítios arqueológicos dos Picos dos André, que receberam ano passado passarelas do IPHAN, tornando mais seguro as visitações ao local. O cânion do rio São Miguel foi também um atrativo natural trabalhado durante o evento, esse já consagrado.

cachacafest200920Turistas na Pedra do Castelo 

 

cfest20091

Equipe TV Eco Rural no sítio arqueológico Ninho do Urubu, nos Picos

Além dos atrativos naturais, esse ano houve um diferencial no quesito iniciativa privada. São exemplos o Forrozão do Zé Wilson, a Fazenda Livramento e o Engenho da Cruz, cada um à sua maneira procurando agradar o turista, seja com forró pé-de-serra, produção de cajuína, farinhada ou moagem da cana para produção de rapadura. Esse despertar da sociedade para o evento era necessário. Esperamos que o interesse em aproveitar o Cachaça Fest para ampliar os negócios continue aumentando a cada ano.

 

cfest20095 Condutores preparados para receber os visitantes

Com a sensação do dever cumprido, todos nós que participamos de alguma forma da organização deste grande festival, agradecemos a presença de todos, pedimos desculpas por possíveis falhas que possam ter ocorrido, mas aproveitamos também para convidá-los a retornar em 2010, para a VI edição.

 

MAIS FOTOS:

cachacafest200930Governador Welington Dias cumprimentando autoridades do palco do Cachaça Fest 

 

cfest20093

Equipe de TV no sítio arqueológico da Pedra Furada dos Picos dos André

cfest20096

Stand da Condatur

cfest20097

Público lotando a praça de eventos Aluísio Lima

cfest20094

Condutor Carlos Henrique concedendo entrevista à repórter Marizeh Marques, da TV EcoRural

Read Full Post »

Durante todo o dia de ontem (22), membros da paróquia de Heilig Kreuz (Santa Cruz), da cidade alemã de Ibbenbüren, estiveram em Castelo, onde visitaram alguns atrativos turísticos que serão trabalhados durante o Cachaça Fest.

 

alemaes_castelo2Na Pedra do Castelo 

Padre Martin Weber, juntamente com Inga Focke, Marianne Book, Beatle Hutte, Marie Focke e Franziska Hüvelmeyer, estão no Piauí desde o início do mês realizando trabalhos religiosos e observando o andamento dos projetos sociais apoiados por eles, na paróquia de Nossa Senhora de Fátima, que tem Padre Tony Batista como pároco. As visitas acontecem alternadamente a cada biênio. Daqui há dois anos a equipe de Pe. Tony deve ir à Alemanha observar projetos que dão certo lá para pô-los em prática aqui, tendo apoio institucional e financeiro adequado.

Em Castelo os alemães visitaram a Pedra do Castelo, onde ficaram impressionados com a religiosidade do povo, e também conheceram as lendas que envolvem o local. Em seguida foram até a fábrica da Cachaça Mangueira, onde viram todas as etapas da produção da cachaça, desde a chagada da cana-de-açúcar até o engarrafamento da aguardente. Outro ponto que chamou especial atenção foi o Sítio da Cruz, onde conheceram o processo de fabricação da rapadura, alfinim, batida, tudo à base da cana-de-açúcar.

alemaes_castelo7Visitando as instalações da Fábrica de Cachaça Mangueira 

 

alemaes_castelo3

Observando o processo de fabricação da batida, no Sítio da Cruz

Após almoço oferecido pelo casal Fabíola e Dr. José Maia, o grupo voltou a Teresina para no dia seguinte iniciar a viagem de volta à Alemanha.

 

MAIS FOTOS:

alemaes_castelo4 Moradoras preparando o alfinim

alemaes_castelo5

Pe. Martin observando os derivados da cana-de-açúcar

alemaes_castelo1

Encerrando a visita à Mangueira

Read Full Post »

Aconteceu, durante a manhã e tarde da última quinta-feira, dia 17 deste, uma oficina de capacitação sobre a técnica de transplantio de árvores adultas ministrado por ninguém menos que o Secretário de Meio Ambiente do Município de Teresina, Dr. Clóvis Júnior, que contou com o auxílio de diversos profissionais daquela instituição.

A etapa teórica foi repassada na sede da secretaria, no Parque da Cidade, sendo que a prática deu-se no viveiro do bairro Primavera e em algumas avenidas da cidade que já receberam o transplantio pelo método chinês.

curso_transplatio_chines1Castelenses no Parque da Cidade, em Teresina 

 

curso_transplatio_chines2

Prática do curso no Viveiro do bairro Primavera

Estiveram representados três importantes municípios piauienses situados no médio curso do rio Poty, São Miguel do Tapuio, Burity dos Montes e Castelo do Piauí, cujos conhecimentos adquiridos em muito servirão para os projetos de arborização urbana e rural a serem desenvolvidos num futuro próximo, em especial, no tocante à arborização de praças e avenidas onde existe uma maior depredação quando se plantam árvores de pequeno porte.

Além desta capacitação, as citadas prefeituras estão recebendo lotes de mudas convencionais para o suprimento de suas demandas locais. A estimativa deste programa de apoio por parte da prefeitura de Teresina é de que algo em torno de 13 mil mudas sejam distribuídas junto aos citados municípios, englobando, também os de Assunção, São João da Serra e Juazeiro do Piauí, até o final do ano em curso. A última etapa dos trabalhos constará da instalação de viveiros municipais em cada uma das localidades supracitadas.

Certamente, uma das medidas mitigadoras para o problema das enchentes de Teresina passa, inexoravelmente, pela recomposição das matas ciliares que entornam o rio Poty e seus afluentes, portanto, torna-se louvável este esforço coletivo que serve de exemplo para que novas iniciativas como estas possam vicejar Piauí afora.

 

MAIS FOTOS:

curso_transplatio_chines3Prática do curso na Av. Raul Lopes 

 

curso_transplatio_chines4

Sec. Meio Ambiente Clóvis Júnior, em prática na Av. Raul Lopes

 

Benedito Rubens Luna de Azevedo

Assessoria de Turismo de Castelo do Piauí

Julho de 2009

Read Full Post »

O prefeito de Castelo, Wilmar Cardoso, firmou parceria com os Correios com o intuito de lançar um selo com fotos dos atrativos turísticos do município.

selos definitivosSelos escolhidos para edição limitada sobre Castelo 

A novidade foi anunciada recentemente pelos Correios através de seu Gerente Regional, Raimundo Gomes, do Diretor Regional, Osmar Teixeira e dos Coordenadores de Venda Márvio e Valdivino. A arte gráfica dos selos foi feita pelo castelense e designer gráfico Juscelino Reis.O lançamento oficial será realizado dia 24 de julho, no palco do Cachaça Fest, e a edição do selo terá tiragem de 101 folhas, equivalentes a pouco mais de 1000 selos, uma tiragem limitadíssima, que trará ainda mais visibilidade para Castelo do Piauí.

 

correios e prefeito de castelo Esquerda para direita: Juscelino Reis, Wilmar Cardoso, representantes dos Correios

Read Full Post »

No último domingo (12), uma equipe formada pelo Assessor de Turismo da Prefeitura de Castelo, Benedito Rubens; pelo Presidente da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes-CONDATUR, Robson Miguel; pelo advogado e amante do ecoturismo, Dr. Stanley e pelo Designer Gráfico Juscelino Reis, que é autor do projeto do Portal de Entrada da cidade, estiveram mais uma vez desbravando o belíssimo cânion do rio Poti.

Panoramica LEMBRADA Juscel Reis (500 x 203)

Saindo de Castelo no início da manhã daquele dia, o grupo passou pela vizinha cidade de Juazeiro do Piauí, pelas localidades Boa Fé, Ipueira, Buriti do Santo Antônio, Mãe D’Água e finalmente o destino final, a Cachoeira da Lembrada, que marca o início do médio cânion, segundo Benedito Rubens, que é um estudioso do Poti, já tendo percorrido toda sua extensão desde as nascentes, no Ceará, até o encontro com o Parnaíba, em Teresina.

Muito usado por pescadores de toda a região, o cânion do Poti passa em áreas de Crateús-CE, Buriti dos Montes, Castelo, Juazeiro do Piauí e Novo Santo Antonio e começou a ser bastante procurado há alguns anos, sendo o acesso principal feito a partir de Castelo.

canion_poti8Cachoeira da Lembrada marca o início do médio cânion. Deste ponto rio acima não há ocorrência de raias, ao passo que rio abaixo sim. 

Como essa época corresponde à florada do Pau Darco, também conhecido como Ipê, sobretudo o Ipê Roxo, a expedição pôde fazer registros fotográficos de beleza ímpar.

 

Ao todo, a equipe percorreu mais de 100 km de Castelo até a Cachoeira da Lembrada, e de lá, mais 13 km a pé até o ponto conhecido como Casa de Pedra, usado como abrigo pelos pescadores. Na volta para o ponto de apoio, mais 13 km, já com as energias renovadas após um banho nas águas do grande rio Poti.

canion_poti12

Trilha acompanha o penhasco, sendo necessário o máximo de cuidado

canion_poti19

Ponto conhecido como Casa de Pedra, ideal para prática do rapel

canion.poti3

Paredões com até 50 metros de altura

canion.poti4

Um lugar de rara beleza

Rota Cachoeira da Lembrada Por Juazeiro

Mapa da viagem, gerado por GPS

Read Full Post »

Older Posts »