Feeds:
Posts
Comentários

No último domingo (22), um grupo de aproximadamente 40 alunos e professores de uma escola da rede particular de ensino de Teresina, estive em Castelo visitando os atrativos turísticos. O passeio teve início no principal atrativo turístico castelense, o Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo que neste dia estava bastante movimentado, com a presença de pilotos de motos e quadriciclos que participavam da X edição do Enduro do Marvão.

SDC15258

Condutor Augusto Júnior com parte do grupo

Ao chegarem à Pedra do Castelo, acompanhados pelos condutores Augusto Júnior, Edson Viana, Igor Rafael e Paulo Clímaco, membros da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo – Condatur, os visitantes receberam orientações sobre como se comportar durante o passeio, como ocorre com toda visita guiada. Enquanto isso, um dos condutores foi na frente verificar a situação das colméias existentes no interior da Pedra.

O ataque ocorreu quando os alunos estavam sendo conduzidos pelo interior da gruta. Repentinamente, o enxame veio sobre o grupo e muitos receberam várias picadas. Imediata e rapidamente, os condutores evacuaram o local, conduzindo alunos e professores a um lugar seguro, fora da Pedra. O empresário Alberto Monteiro, auxiliou no resgate de alguns alunos que estavam afastados, próximo ao salão dos anjos, temendo um novo ataque.

Como havia no grupo duas alunas de famílias castelenses, o ex secretário municipal de saúde Guinel Apolônio estava acompanhando a visita e após o incidente, levou os mais atingidos ao Hospital Local Nilo Lima, para atendimento médico, o que aconteceu prontamente.

Não sendo mais possível a continuidade do passeio pela Pedra do Castelo, o grupo seguiu para a fábrica da cachaça Mangueira e almoço.

SDC15264

Célio Matos, da Cachaça Mangueira, recepcionando o grupo de estudantes

Deste fato, tiramos algumas conclusões. Podemos perceber a importância da presença de condutores, que se não estivessem presentes naquele momento, poderíamos ter tido conseqüências piores. Outra conclusão é a urgência da prefeitura municipal criar o Plano de Manejo do parque, que é um conjunto de normas regulamentadoras bem rígidas, visando a segurança do visitante e preservação do atrativo e finalmente, com a proximidade do Cachaça Fest, evento mais importante para Castelo e região, a organização tem que pensar em mecanismos de remoção das colméias, preferencialmente alguns dias antes, para que não dê tempo das abelhas retornarem, o que geralmente ocorre. Durante a reunião realizada pelo SEBRAE dia 23, foi sugerido pelos presentes que a prefeitura entre em contato com apicultores da região, ou com a EMBRAPA, para que procedam com a remoção das abelhas.

Cabe aqui em elogio aos condutores responsáveis, que demonstraram segurança e tranqüilidade, conduzindo rapidamente a todos para um local foram do alcance das abelhas.

SDC15255

Alunas de famílias castelense integravam o grupo

SDC15266

Fábrica da Cachaça Mangueira

SDC15268

Alunos e professores conheceram todas as etapas da fabricação da cachaça

Anúncios

Ontem (22) a paróquia de São Francisco de Assis, em Juazeiro do Piauí, através do Padre José Luiz e paroquianos, organizou com o apoio da prefeitura municipal de Juazeiro, a 13ª Caminhada da Paz 2011, que este ano teve como tema “A Mãe Terra clama por Justiça e Paz”. A caminhada tem início na igreja matriz e término no Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo. Este atrativo está geograficamente em território castelense, mas devido à proximidade, faz parte da paróquia juazeirense.

caminhada_paz (5)

Bispo Dom Eduardo Zielski e Pe. José Luiz

Participaram da caminhada, Dom Eduardo Zielski, bispo da Diocese de Campo Maior; Padre Gilcimar, que já foi pároco daquela igreja; o prefeito municipal Antonio Filho e a primeira dama Gabriely Duarte, que também é secretária municipal de educação; além de Jerry Lima (secretário municipal de saúde); Fernanda Tavares (coordenadora do Programa Saúde na Família-PSF); Sheyla Melo (coordenadora da Vigilância Epidemiológica e Sanitária de Juazeiro); Deputado Estadual Antonio Félix (PPS); Sr. Das Chagas Andrade, (ex-proprietário da área onde atualmente está situado o Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo); Robson Miguel (presidente da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo – CONDATUR), bem como muitas lideranças políticas locais e empresários de Juazeiro e Castelo.

caminhada_paz (54)

Drª Joselane Borges, prefeito Antonio Filho e o empresário Antonio Veríssimo

caminhada_paz (30)

Drª Joselane Borges, prefeito Antonio Filho e o empresário Antonio Veríssimo

caminhada_paz (42)

Sec. municipal de saúde Jerry Lima fez questão de filmar pessoalmente toda a caminhada

Logo cedo, antes da saída, os participantes da caminhada fizeram um alongamento com professor Italo, de educação física. Durante todo o trajeto a secretaria municipal de saúde deu apoio logístico, como um carro para distribuição de água e uma ambulância com enfermeiras de prontidão, além de inovar, distribuindo pela primeira vez, protetor solar.

caminhada_paz (21)

Protetor solar distribuído pela secretaria municipal de saúde durante evento

A família Monteiro, presente também nesta edição do evento, foi a pioneira na realização da caminhada, que teve início ainda na década de 50 e ao longo dos anos várias outras famílias da região foram aderindo a este ato de caráter religioso. Há 13 anos a paróquia de Juazeiro abraçou a causa, dando maior divulgação e notoriedade, aumentando consideravelmente o número de participantes.

caminhada_paz (25)

Milhares participaram este ano

caminhada_paz (56)

Milhares participaram este ano

Ao chegar à Pedra do Castelo, o bispo Dom Eduardo Zielski proferiu breve discurso à multidão presente, finalizando assim mais uma Caminhada da Paz.

Vale ressaltar que a Condatur, apoiada pela prefeitura municipal de Castelo, esteve presente para fazer um trabalho de orientação e educação ambiental. Mesmo assim, já está sendo organizado um retorno ao local com uma equipe de limpeza, pois devido ao grande número de pessoas e mesmo com a preocupação dos organizadores da caminhada, inevitavelmente muito lixo ficou pra trás.

caminhada_paz (11)

Pe. Gilcimar (esquerda) já esteve à frente da paróquia de Juazeiro

caminhada_paz (28)

Das Chagas Andrade à frente da multidão rumo à Pedra do Castelo

caminhada_paz (18)

Muitos fiéis rezavam o terço enquanto caminhavam

caminhada_paz (22)

Vendedores lucraram com o evento

caminhada_paz (50)

Policial Elias Júnior e viatura castelense orientando trânsito

caminhada_paz (53)

Delegado Giuliano (Juazeiro) e os policiais A. Carlos e Ribamar, ambos de Castelo, garantiram a segurança

caminhada_paz (32)

Várias mulheres também ajudaram a carregar a cruz à frente da caminhada

caminhada_paz (70)

Sérgio Lima com namorada; Rosineide Lima (ex-secretária de saúde de Castelo), Fabricia (enfermeira ex-integrante do PSF em Castelo) e o noivo Ernandes Lima (sec. de saúde Castelo)

CLIQUE AQUI E VEJA ALBUM COM TODAS AS FOTOS

No último sábado (09/04), um grupo de alunos do ensino médio da Unidade Escolar Dona Rosaura Muniz, participaram de uma visita de campo pelos atrativos turísticos de Castelo do Piauí, sob a responsabilidade de Paulo Clímaco, que além de professor de história da turma, é também condutor de visitantes em Castelo. Além deste, foram conduzidos também por Naldo Oliveira, Igor Rafael e Carlos Henrique, todos membros da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo – Condatur.

Os atrativos escolhidos foram os sítios arqueológicos da localidade Picos dos André, que apresenta um número elevado de inscrições rupestres (gravuras e pinturas). Em seguida conheceram também a Pedra do Castelo, com sua história e lendas, bem como a Cachoeira das Arraias, sendo que neste último, encontraram o grupo de aventureiros do Adrenalina Vertical, liderados por Maurício Chaves, instrutor de técnicas verticais, e aproveitaram para passear de bote pelo lado da cachoeira. Finalizaram a visita turística no portal de entrada da cidade.

sao_miguel2

Condutores fazendo abordagem inicial na Pedra do Castelo

sao_miguel3

Alunos de São Miguel no Salão dos Anjos

sao_miguel1

Estudantes passeando de bote no lago da cachoeira

sao_miguel6

Estudantes passeando de bote no lago da cachoeira

Outro importante grupo que esteve conosco no último fim de semana (09,10/04/11) foi formado por profissionais da empresa Predial Administradora de Condomínios, de Teresina. Os integrantes era Fátima Marques, Paula Melo e Neto Mineiro, sendo este último castelense e conhecedor do potencial turístico de nossa cidade, motivo pelo qual trouxe as colegas, que iniciaram o roteiro pela fábrica da Cachaça Mangueira, onde, conduzidos por Robson Miguel, presidente da Condatur, conheceram todas as etapas da produção da cachaça. Acompanharam o grupo as castelenses Layssa, Tuânny e Tainara.

Já na manhã de domingo, conheceram a Pedra do Castelo e em seguida rumaram a Cachoeira das Arraias, onde o grupo Adrenalina Vertical encerrava suas atividades.

mangueira_pedra_predial6

Neto, Fátima Marques, Paula Melo, Robson, Layssa e Tuânny

mangueira_pedra_predial8

Memorial Antonio Luiz Cardoso de Vasconcelos, na fábrica da Mangueira

mangueira_pedra_predial9

Funcionárias da Predial no setor de engarrafamento da Mangueira

mangueira_pedra_predial10

Recebendo brindes na fábrica da Mangueira

mangueira_pedra_predial2

Na Pedra do Castelo

mangueira_pedra_predial12

No interior da Pedra do Castelo

No último sábado (02/04), Castelo recebeu o maior grupo de visitantes do ano até o momento. Trata-se do Colégio Integrado Santo André, pertencente à rede particular de ensino de Teresina, que trouxe um grupo constituído por 87 alunos e professores para participarem de aula passeio em nossos atrativos turísticos.

colegio_integrado_stº_andre6

Alunos e professores chegando ao Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo

Ao chegarem ao Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo, foram recebidos por sete condutores (guias locais) associados à Condatur, que foram os responsáveis pelo roteiro dos estudantes. Na parte da manhã, conheceram a Pedra do Castelo, suas lendas e sua história. O condutor Augusto Júnior, vice-presidente da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo – Condatur, que também é professor de geografia, fez uma introdução à guisa de esclarecimento sobre a importância histórica de Castelo do Piauí no contexto estadual, tendo sido a sexta vila fundada na então província do Piauí, em 13 de setembro de 1762, com o nome de Vila de Marvão, inclusive com marvanenses participando da Batalha do Jenipapo, a única batalha sangrenta em prol da independência do Brasil. Além disso explanou aos visitantes, sobre o potencial que o município possui, com várias modalidades turísticas que já são trabalhadas e outras que estão sendo implantadas.

colegio_integrado_stº_andre7

Augusto Júnior durante conversa com o grupo

Em seguida, fizeram um trekking de aproximadamente 1 km até a Cachoeira das Arraias, que devido ao período chuvoso, está com sua queda d’água com volume considerável, favorecendo um banho agradabilíssimo em suas águas, renovando as energias de todos para o restante do roteiro.

colegio_integrado_stº_andre24

Banho na Cachoeira das Arraias

O almoço foi servido no Meire Restaurante e Pizzaria e na parte da tarde o grupo conheceu a fábrica da Cachaça Mangueira, com toda sua produção desde a chegada da cana-de-açúcar, passando pela moagem, fermentação, destilação, armazenamento em gigantescos barris com capacidade para 85 mil litros e finalmente o engarrafamento e estocagem da cachaça, que atualmente produz outros sabores como tuti frut, guaraná e limão, além de outros que estão sendo estudadas no laboratório da empresa.

colegio_integrado_stº_andre28

Visita ao pátio da Cachaça Mangueira

Já na localidade Picos dos André e guiados pelo condutor Carlos Henrique, morador local, conheceram a variedade de sítios arqueológicos do complexo Ninho do Urubu, com várias cavernas e imensos painéis repletos de arte rupestre em várias tonalidades, como o preto, amarelo, vermelho e branco, caracterizando a policromia. Pra não fugir à regra, ao final da visita na localidade, Carlos Henrique, profundo conhecedor da rotina do homem do campo, fez demonstrações de várias armadilhas usadas por seus antepassados para caçar animais silvestres e garantir a subsistência da família. Hoje as armadilhas se prestam apenas para demonstrações a grupos como este.

O roteiro foi finalizado no portal de entrada da cidade, cujas linhas arquitetônicas foram idealizadas pelo castelense e designer gráfico Juscelino Reis, que devido à imponência e beleza do monumento, hoje constitui-se em parada obrigatória para todo aquele que vier a Castelo do Piauí. Os condutores responsáveis pelo roteiro foram Naldo, James, Júnior, Gizelda, Carlos Henrique, Jair e Igor Rafael.

colegio_integrado_stº_andre4

Condutores responsáveis pelo roteiro do grupo

Veja mais fotos:

colegio_integrado_stº_andre12

Principal acesso ao interior da Pedra do Castelo

colegio_integrado_stº_andre14

Augusto Júnior falando sobre os vestígios arqueológicos locais

colegio_integrado_stº_andre19

Interior da Pedra do Castelo, onde antes as pessoas eram enterradas

colegio_integrado_stº_andre21

Parte superior da Pedra do Castelo

colegio_integrado_stº_andre25

Almoço no Meire Restaurante e Pizzaria

colegio_integrado_stº_andre3

Visita ao portal de entrada da cidade, finalizando a visita

colegio_integrado_stº_andre2

Painel com pinturas rupestres no Ninho do Urubu

colegio_integrado_stº_andre1

Passarelas nos sítios arqueológicos dos Picos dos André

 

colegio_integrado_stº_andre5

Ônibus usados pelo grupo

colegio_integrado_stº_andre13

Condutores Igor Rafael e Augusto Junior na entrada da Pedra do Castelo

colegio_integrado_stº_andre17

Estampa das camisetas usadas pelos estudantes, destacando atrativos de Castelo

colegio_integrado_stº_andre15

Local no interior da gruta usados pelos fiéis para depositarem os ex-votos dedicados a Nossa Senhora do Desterro

colegio_integrado_stº_andre20

Parte superior da Pedra do Castelo, próximo à clarabóia principal

colegio_integrado_stº_andre18

Carlinos, vigilante do Parque da Pedra do Castelo e condutor associado à Condatur

colegio_integrado_stº_andre16

Novamente no interior da Pedra do Castelo

Na manhã de sábado (26), os técnicos Willami Mesquita e Edvaldo Moura, respectivamente geólogo e assistente administrativo do Instituto de Desenvolvimento do Piauí – IDEPI, realizaram vistoria em um poço tubular situado na área do Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo, que não está sendo usado. Foram acompanhados por João Chagas (Sec. Mun. de Obras e Infra-Estrutura de Castelo) e Robson Miguel (Presidente da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes – Condatur). No local, coincidentemente, encontrava-se o Sr. Milton Andrade, proprietário da casa onde funcionará a pousada, que fez a cessão do imóvel ao município.

DSCF1752

Willami Mesquita (Geógolo) Edvaldo Moura (Assist. Administrativo), João Chagas (Sec. Mun. Obras e Infra-Estrutura) e Robson Miguel (Presidente Condatur)

A visita técnica foi decorrente de uma reunião ocorrida no último dia 23 de fevereiro, em Castelo, onde estavam presentes Wilmar Cardoso (prefeito municipal), Augusto Júnior (vice-presidente da Condatur), George Rebelo (Coordenação de Orientação de Mercado da Secretaria do Desenvolvimento Rural – SDR) e Álvaro (Diretor Técnico da SDR), com o intuito de discutir sobre a finalização e entrega da obra de reforma da casa da Pedra do Castelo, que será usada pelos turistas como pousada rural, obra que apesar de já estar em fase final de conclusão, faltando apenas parte do acabamento, está paralisada há cerca de dois anos.

SDC13506

Wilmar Cardoso (prefeito de Castelo), George Rebelo (SDR), Alvaro (Diretor Técnico SDR) e Augusto Júnior (Vice-presidente Condatur)

Naquela ocasião, ficou acertado entre as partes, que mesmo sendo uma obra do Governo do Estado, a prefeitura de Castelo ficará responsável por sua finalização, para que em seguida, a SDR possa mobiliar a pousada e fazer a entrega oficial ao município.

Na vistoria de ontem (26), o geógolo Willami Mesquita definiu que deverá ser perfurado um novo poço no local, pois o atual está abatido e fora de uso. Sugeriu ainda, que enquanto o novo poço não ficar pronto, a prefeitura poderá instalar no atual uma bomba anauger, de cartáter provisório, a fim de que os banheiros e estrutura hidráulica da casa possam ser usados imediatamente. Além disso, foi recolhida uma amostra da água para análise de sua qualidade.

DSCF1738

Técnicos da prefeitura de Castelo e do IDEPI fazendo coleta da água para análise

DSCF1750

Casa onde funcionará a pousada rural da Pedra do Castelo

DSCF1785

Técnicos da prefeitura de Castelo e IDEPI, acompanhados de visitantes em frente à Pedra do Castelo

No último sábado (12/02) o antropólogo Clodson dos Santos e a enfermeira Helen Freitas, ambos de São Raimundo Nonato, estiveram percorrendo os atrativos turísticos castelenses.

O percurso foi feito em motos de aluguel, uma opção para quem deseja estar mais em contato com a natureza, e o casal foi acompanhado pelo condutor Robson Miguel, presidente da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo – Condatur, e pelo moto-taxi Soares.

O roteiro escolhido contemplou na parte da manhã o Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo, o Mirante das Arraias e Cachoeira das Arraias, que mesmo a esta altura do período chuvoso ainda sem queda d’água, propiciou um banho relaxante em um dos vários olhos d’água que brotam da rocha em forma de bica. O período da tarde foi reservado para o cânion do rio São Miguel, na localidade Buritizinho, também uma ótima opção, já que além das formações rochosas intrigantes que formam o pequeno cânion, o local dispõe de uma barragem que proporciona um banho na medida certa para renovar as energias no final da tarde.

antropologo_castelo8

Pedra do Castelo

antropologo_castelo3

Rio São Miguel, localidade Buritizinho

antropologo_castelo2

Cânion do rio São Miguel

PARA VER COMENTÁRIO, CLIQUE AQUI

 

Sr. “Antonio", após ler atentamente seu comentário, não posso fugir da responsabilidade de prestar alguns esclarecimentos.

Como você bem citou, o grupo Líderes de Vanguarda foi de grande importância para Castelo, pois naquele momento onde ainda nem se falava em turismo, arregimentou comerciantes, professores, profissionais liberais e empresários da sociedade castelense e juntos desenvolveram pesquisas; apoiaram um renomado geólogo a escrever um livro sobre Castelo; com o apoio do Sr. José Paulo (in memórian) conseguiu descobrir a data da instalação da Vila de Marvão (13 de setembro de 1762) em que passou a ser comemorado o aniversário da cidade, enfim, foi um grupo da máxima importância para Castelo, porém, hoje, por motivos diversos infelizmente está desativado, poderia ser mais um para somar forças. Sobre este assunto o senhor pode conversar melhor com um dos valorosos membros daquele grupo.

Quanto à Associação de Condutores, à qual o senhor se refere pejorativamente, gostaria de ressaltar que desde fevereiro de 2002 atua em Castelo na condução de turistas e visitantes, com todas as limitações que são naturais. Ao longo desses nove anos, o Grupo de Condutores, hoje associação, passou por várias formações e mesmo mudando de membros por várias vezes, nunca parou de dar seu contributo ao nosso município, no tocante ao turismo e ao meio ambiente, participando de eventos em todo o estado do Piauí e fora dele, como congressos, seminários, palestras, etc, com apoio da prefeitura municipal e órgãos estaduais do setor. Todos os professores e diretores de escolas de nosso município são sabedores que a Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes – CONDATUR, sempre esteve à inteira disposição para acompanhar grupos de alunos ao Parque Municipal da Pedra do Castelo, como sempre tem feito seus membros, voluntariamente, quando procurados. Ao contrário do que o senhor menciona em seu comentário, este "grupo sem força" nunca se furtou a cumprir seu papel social, inclusive articulando parcerias sim, como no ano de 2007 quando juntamente com o IPHAN, na pessoa da arqueóloga Jóina Freitas, organizou um seminário para tratar exclusivamente da Pedra do Castelo, tendo como sempre contado com o apoio da prefeitura municipal, evento ao qual participaram representantes de todos os órgãos governamentais e não governamentais, a nível de Piauí, pertinentes aos temas tratados naqueles dois dias de seminário. Além disso, no ano de 2008, quando novamente o IPHAN esteve fazendo importante trabalho de limpeza das pichações deixadas na Pedra do Castelo por vândalos, a CONDATUR esteve mais uma vez junto aos arqueólogos, participando ativamente por várias semanas. Várias palestras já foram realizadas nas escolas, notadamente para alunos do Ensino Médio e integrantes do Projovem Adolescente, sobre conscientização ecológica e valorização de nossa cidade enquanto destino turístico. No ano de 2010, a CONDATUR, apoiada pelo SEBRAE e por empresários locais, juntamente com o prefeito municipal Wilmar Cardoso, organizou um FAMTOUR para 12 agências de turismo de Teresina, ocasião em que participaram também a PIEMTUR e a SETUR, em um trabalho que foi amplamente elogiado por todos os presentes, dando visibilidade a Castelo.

Outro fator que provavelmente o Sr. Antonio deve desconhecer é que os membros da CONDATUR sempre apoiaram as ações da prefeitura, principalmente desde agosto de 2009, quando o município passou a não mais contar com um profissional exclusivamente para cuidar dos assuntos relacionados ao turismo. Para citar apenas alguns dos vários exemplos disso, menciono os dois maiores eventos religiosos daquele parque municipal, a saber, a Caminhada da Paz que é realizada na sexta-feira da semana santa pela paróquia de Juazeiro do Piauí e a peregrinação do dia dos finados, onde em ambas as datas, milhares de pessoas convergem à Pedra do Castelo para ascenderem velas, fazer suas preces e comercializarem bebidas e comida, e os condutores, com apoio das secretarias municipais de Administração e de Saúde, estão sempre lá distribuindo sacos de lixo, conversando com os romeiros para que não acendam velas sobre as inscrições rupestres, fazendo um trabalho corpo a corpo de educação ambiental e patrimonial.

Vale ressaltar que através do Decreto nº 688, de 27 de julho de 2007, a área da Pedra do Castelo foi transformada em Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo, e como próprio nome diz, a responsabilidade é da prefeitura municipal e não da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes ou de qualquer outra entidade não governamental, portanto, não aceitamos sua tentativa de transferir esta responsabilidade para nós, guias locais.

Finalizando, quero dizer a todos que a diretoria da CONDATUR está aberta a sugestões para melhorar sua atuação. Gostaria ainda de convidar o Sr. Antonio a fazer parte da CONDATUR, quem sabe assim com tanta força de vontade e capacidade de “articular parcerias” possa sanar todos os problemas turísticos que são de responsabilidade do poder público. Estamos dispostos a conversar, visando sempre o bom andamento do turismo castelense, mas não aceitamos críticas irresponsáveis de pessoas que nem sequer tem coragem de se identificar, dar a mão à palmatória.

Para mais detalhes sobre os grupos conduzidos e o trabalho realizado pela CONDATUR, acessem www.condatur.wordpress.com.

 

Atenciosamente,

ROBSON MIGUEL LIMA OLIVEIRA (Nome verdadeiro)

Presidente da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo – Condatur