Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘sítio arqueológico’

Distante cerca de 18 quilômetros de Castelo do Piauí, a localidade Tucuns dos Miguel guarda indícios da presença indígena e vários vestígios da passagem do homem primitivo pela região através das inscrições rupestres (gravuras e pinturas) que enfeitam as paredes rochosas de algumas cavernas.

O Castelinho

Encravada em meio a uma vegetação fechada e típica dos sertões nordestinos, uma formação arenítica de mais ou menos 6 metros de altura se destaca no meio de várias árvores de pequeno e médio porte. O Castelinho, como é conhecida essa formação rochosa, possui arcos e pequenas torres que lembram os mais remotos castelos medievais.

Stanley Moore (1 of 1)-21

Castelinho dos Tucuns dos Miguel

 

Vestígios pré-históricos

Além da exuberante beleza o Castelinho possivelmente também serviu de abrigo e moradia para muitas populações indígenas e primitivas que habitaram a região de Castelo do Piauí e o utilizaram para se proteger das intempéries climáticas deixando gravadas em suas paredes muitos registros de arte rupestre.

Stanley Moore (1 of 1)-6

Painel com pinturas rupestres

Furna do Morcego

Próximo ao Castelinho está a Furna do Morcego, uma caverna onde a concentração desse mamífero que voa é muito grande. São centenas de morcegos voando a uma pequena altura que dificulta a permanência no interior da furna por muito tempo. Também há registros arqueológicos em suas paredes, mesmo em menor número, mas de rara beleza.

Stanley Moore (18 of 62)

Furna do Morcedo

 

As pinturas rupestres presentes nas formações rochosas da localidade Tucuns dos Miguel apresentam simples grafismos puros a perfeitos símbolos geométricos, dinamismo em algumas figuras zoomorfas e antropomorfas e estatismos em outras, após uma demorada observação.

Stanley Moore (17 of 62)

Pinturas zoomorfas (animais)

Stanley Moore (12 of 62)

 

Augusto Júnior Vasconcelos

Licenciado em Geografia

Vice Presidente Condatur

Read Full Post »