Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \30\UTC 2009

Castelo do Piauí está participando do Global Rock Arte – Congresso Internacional de Arte Rupestre, que está sendo realizado em São Raimundo Nonato-PI desde ontem (29) até o próximo dia 03 de julho.

 

Lá estão Jordano Bruno, membro da Condatur e Benedito Rubens, Assessor de Turismo da Prefeitura Municipal de Castelo. Temos certeza que ambos representarão muito bem nossa cidade. Em breve divulgaremos as fotos do congresso, aqui no blog.

Read Full Post »

Na noite de quinta-feira (25) a Associação dos Artesãos – AACP e a Secretaria Municipal de Assistência Social, promoveram na praça Getúlio Vargas a I Feirinha do Artesanato de Castelo, com apresentação das quadrilhas juninas, “Os Inocentes” e “Arebaba” do Projovem, além da quadrilha do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

feira_artesanato3Ceres Vidal, Secretária Municipal de Assistência Social e Joana Dark, Assistente Social da prefeitura 

 

feira_artesanato1

“Os Inocentes”, quadrilha junina do Projovem

 

Também fez parte da programação a apresentação do Reisado de Dona Eulina, com o tradicional boi e seus caretas. Até o pequeno Ailan, neto de Dona Eulina, dançou o reisado. Apesar de ter apenas 1 ano de idade, já segue os passos de sua avó.

feira_artesanato5Grupo de Reisado de Dona Eulina, composto principalmente por crianças 

 

feira_artesanato4

Dona Eulina cantando no reisado

Por toda a praça diversos artesãos organizaram mesas com artesanatos variados e barraquinhas com comidas típicas do período junino.

feira_artesanato_1Barra de comidas típicas 

 

O evento marca a instalação da Associação dos Artesãos no prédio que fica na praça Getúlio Vargas. A intenção dos organizadores é abrir o espaço semanalmente, de quinta a domingo, para receber os visitantes que chegam no fim de semana.

 

VEJA MAIS FOTOS:

feira_artesanato2Fabiana, Celma e Ronaldo, consultores SEBRAE 

feira_artesanato6

Quadrilha junina “Os Inocentes”

feira_artesanato7

Quadrilha junina “Os Inocentes”

 

feira_artesanato8

Quadrilha junina do EJA

feira_artesanato9

…Grande roda…

 

feira_artesanato10

…As damas…

 

feira_artesanato11

…Catraca…

 

VEJA OS VÍDEOS:

 

 

 

Read Full Post »

No último domingo (21) a equipe da Unidade Escola Cônego Cardoso, aqui de Castelo, composta pelas professoras Osmarina, Lúcia Rodrigues, Dalva, Joelma Lima; pela secretária Francilene Soares; pela coordenadora Joelma Sousa e pela diretora Eva Almeida, levou os alunos da IV Etapa da Educação de Jovens e Adultos – EJA, bem como alunos da 7ª e 8ª série do Ensino Regular daquela escola, para conhecerem os sítios arqueológicos dos Picos dos André.

A visitação foi a realização de uma aula prática da disciplina Artes, e teve como principal mote, a abordagem da arte rupestre, constituída de pinturas e gravuras, que na localidade Picos dos André, existe em abundância de cores e formatos.

 

FOTOS:

conego_cardoso_picos8

No ônibus em direção aos Picos dos André

conego_cardoso_picos9 Alunos acompanhados do condutor Carlos Henrique no Ninho do Urubu

 

conego_cardoso_picos10 

Observando as pinturas rupestres

 

conego_cardoso_picos11 Painel com pinturas de cores variadas

 

conego_cardoso_picos12Carlos Henrique e Profª Joelma em pausa para descanso  

conego_cardoso_picos2

Equipe de docentes acompanhada do condutor Jordâno Bruno

conego_cardoso_picos5 Em direção à Pedra do Dinheiro

conego_cardoso_picos7 Foto oficial ao estilo aventura.

Read Full Post »

Sábado (20) um grupo de acadêmicos do curso de Geografia do campus Clovis Moura, da UESPI, tendo a Profª Raquel como líder, passou por um pequeno susto logo no início da estrada que dá acesso ao Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo.

Após visitar a indústria ECB Rochas e a fábrica da Cachaça Mangueira, o grupo partiu em direção à Pedra do Castelo. Logo na saída da PI 115 o ônibus ficou atolado, impossibilitando sua continuidade. Nem por isso o grupo desanimou. Sob a orientação dos condutores Jordâno Bruno e Carlos Henrique, os alunos fizeram uma trilha leve até a Pedra do Castelo, visitaram o local, fotografaram, conheceram a história e lendas e banharam no riacho da Palmeira. Devido ao avançado horário, não foi possível a visitação à cachoeira das Arraias, que ficou para data a ser confirmada.

 

geografia_uespi_pedradocastelo6Chegada à fábrica da Cachaça Mangueira 

 

geografia_uespi_pedradocastelo2

Tonéis de cachaça Mangueira

 

Enquanto os alunos continuavam com sua programação normal, uma empresa de Juazeiro (vamos ficar devendo o nome) e a Indústria Mangueira, mandaram duas carregadeiras para puxar o ônibus, o que aconteceu sem maiores danos.

 

geografia_uespi_pedradocastelo4Alunos descansando após o susto com o ônibus

 

geografia_uespi_pedradocastelo3 

Ônibus atolado na saída da PI 115 – tinha espaço suficiente para a manobra

A prefeitura de Castelo já tomou ciência e o trecho em questão deve ser restaurado nos próximos dias, muito embora ônibus de grande porte transitem sempre por ali.

 

MAIS FOTOS:

geografia_uespi_pedradocastelo5Estudantes reunidos para foto oficial em frente à Pedra do Castelo 

 

geografia_uespi_pedradocastelo7

Passeio pelas instalações da Fábrica da Mangueira

geografia_uespi_pedradocastelo8

Engenho onde é moída a cana para o fabrico da cachaça

geografia_uespi_pedradocastelo10

Moradora da fábrica da Mangueira – não peçonhenta

geografia_uespi_pedradocastelo11

Setor de destilação da cachaça

geografia_uespi_pedradocastelo12

Tonéis com capacidade para 90 mil litros de cachaça

Read Full Post »

Durante todo o dia de ontem (22), o arqueólogo e escritor Roberto Khatlab, paranaense de descendência libanesa, especialista em Arte Fenícia, visitou a localidade Picos dos André e Pedra do Castelo, com o objetivo de encontrar algum vestígio de civilizações fenícias em Castelo, bem como em outras cidades do Piauí.

 

arqueologo_libano_fenicios_castelo1Condutor Augusto Júnior, jornalista Marta Tajra, Tito e o arqueólogo Roberto Khatlab, durante visita ao Museu do Tito

arqueologo_libano_fenicios_castelo5

Observando as inscrições rupestres dos Picos dos André

 

Os fenícios estabeleceram-se nas margens orientais do Mediterrâneo, na fina e fértil faixa situada entre o mar e os montes Líbano e Antilíbano. A pequenez de seu território, a presença de vizinhos poderosos, e a existência de muita madeira de cedro (boa para a construção naval), nas florestas das montanhas, parecem ter sido fatores adicionais que orientaram a civilização fenícia para o mar.

Roberto Khatlab mora há 22 anos em Beirut, capital do Líbano, onde trabalha como arqueólogo e veio ao Brasil, mais precisamente para as cidades piauienses de Castelo, Pedro II e Buriti dos Lopes, além do Parque Nacional de Sete Cidades, em Piracuruca especificamente para estudar as possíveis influências fenícias, deixadas através de inscrições rupestres diversas.

Na década de 20 do séc. XX, o historiador austríaco Ludowig Schwennhagen esteve no Piauí para estudar essa intrigante civilização e defendeu que os fenícios usaram o Brasil como base durante pelo menos oitocentos anos, deixando aqui, além das provas materiais, uma importante influência lingüística entre os nativos.

Finalizando seu trabalho, Khatlab participará do Global Rock Art – Congresso Internacional de Arqueologia e Arte Rupestre, que será realizado de 29/06 a 03/07, na cidade de São Raimundo Nonato.

 

MAIS FOTOS:

arqueologo_libano_fenicios_castelo3khatlab e o condutor Augusto Júnior, nos Picos

 

arqueologo_libano_fenicios_castelo4 

Condutor Carlos Henrique mostrando pinturas rupestres ao arqueólogo

arqueologo_libano_fenicios_castelo6

Em visita ao Museu do Tito

 

Com informações de

http://www.acasicos.com.br/html/fencios.htm

Read Full Post »

Na última sexta-feira (19/06), conforme anunciamos aqui houve de fato a audiência pública para tratar da possível construção da barragem no rio Poti, nos municípios de Castelo e Juazeiro do Piauí. Devido ao grande números de pessoas aguardado, tanto de nossa região como de Teresina, o local escolhido para as discussões foi o Ginásio Poliesportivo de Castelo.

Estivem presentes o vice-prefeito de Castelo, Dr. Nilso Feitosa, que representou o prefeito Wilmar Cardoso; o prefeito de Juazeiro do Piauí, Antonio Filho, o Assessor de Turismo da Prefeitura de Castelo, Benedito Rubens; o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Castelo, Edmilson Abreu; vereadores castelenses (nem todos compareceram, lamentavelmente) e vereadores juazeirenses. Vindos de Teresina estavam presentes Dr. Norbelino Carvalho, Diretor do Instituto de Desenvolvimento do Piauí – IDEPI; os Deputados Estaduais Paulo Martins e João de Deus, representantes da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, dentre outros.

Durante sua apresentação, Norbelino disse que essa barragem foi projetada há 25 anos e que a principal finalidade era a geração de energia elétrica e que a dimensão da barragem no projeto inicial era bem maior do que o projeto atual. Falou ainda dos prós e contras existentes em um projeto como esse, mas que as vantagens são bem maiores e que torce há 21 anos pela construção dessa obra.

audiencia barragem_07Dr. Norbelino, Engenheiro Diretor do IDEPI 

 

Benedito Rubens mostrou-se bastante preocupado com a construção da obra, devido a várias áreas que ficarão submersas, como algumas casas de pedra na margem do rio, mas foi tranqüilizado por Dr. Norbelino sobre a cachoeira da lembrada, que não sofrerá dano algum.

audiencia barragem_13Benedito Rubens, Assessor de Turismo da Prefeitura de Castelo 

 

Durante o encontro foi sugerido por um dos presentes, a criação de uma Comissão Suprapartidária envolvendo todos os deputados votados na região para que possam cobrar em Brasília os recursos para a construção da barragem. Foi sugerido também que seja discutida a divisão dos impostos decorridos do investimento na barragem entre os municípios de Castelo e Juazeiro. É preciso que tenhamos em mente que cada coisa a seu tempo. Primeiro definir a construção ou não, depois os impostos.

Sem dúvida esse foi um passo fundamental e importantíssimo para a realização dessa obra, que já vem se arrastando há mais de vinte anos. Agora é aguardar os resultados.

 

MAIS FOTOS:

audiencia barragem_06 Antonio Filho, prefeito de Juazeiro do Piauí

audiencia barragem_09

Dr. Nilso Feitosa, vice-prefeito de Castelo, representando o prefeito Wilmar.

 

audiencia barragem_05

Dep. Estadual João de Deus

audiencia barragem_08

Dep. Estadual Paulo Martins

parede_barragem_poti

Projeto ilustrativo da barragem, no exato local onde seria feita a obra

Fotos: www.portalcdp.com

Imagem ilustrativa da barragem: Juscelino Reis

Read Full Post »

Acontecerá hoje, a partir das 19 horas, na Câmara Municipal de Castelo, uma audiência publica sobre a tão sonhada barragem sobre o rio Poti, que há mais de 15 anos tramita nos órgãos estaduais e federais, sem nenhum resultado.  Com as enchentes deste ano no rio Poti, sobretudo em Teresina, atingindo os dois shoppings da cidade, inundando parte do estacionamento de um e obrigando o outro a fechar as portas, agora o tema voltou ao debate.

Hoje a noite teremos a importante presença de órgãos fundamentais para o sucesso da discussão, como SEMAR, IBAMA, IDEPI, dentre outros.

Em se concretizando sua construção, essa barragem vai potencializar o turismo em Castelo, Juazeiro e região de uma maneira sem precedentes, até mesmo por ficar colada ao Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo, possibilitando inclusive a ida de turistas ao ponto mais distante do canion do rio Poti, no canalão ou cachoeira da Lembrada, de barco motorizado.

É bem verdade que estudos de impacto ambiental deve ser feitos antes de tomarem-se quaisquer decisões definitivas, até mesmo porque áreas de importância arqueológica provavelmente ficarão inundadas, mas tudo tem seu preço.

Vamos aguardar o resultado. Voltaremos com as discussões e deliberações resultantes da audiência pública.

 barragem_rio_poti2Área da construção da parede da barragem

Read Full Post »

Older Posts »