Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Arqueologia’

Na quinta-feira (24/04), ocorreu como parte integrante da programação de 22 anos de emancipação política do município de Buriti dos Montes, uma palestra ministrada pelo arqueólogo Prof. Welington Lage, que apresentou à população buritiense que lotou o auditório do complexo administrativo, tese de mestrado sobre as gravuras rupestres do Cânion do Poti, que teve como tema “As gravuras rupestres do sítio Bebidinha, Buriti dos Montes-Piauí – Documentação, Análise da Linguagem Visual e Levantamento sobre o Estado Geral de Conservação”.DSC_0457

Prof. Welington Lage apresentando tese de mestrado em Buriti dos Montes

Welington Lage veio acompanhado de sua equipe de trabalho composta pela esposa e filha, as também arqueólogas Conceição Lage e Ana Luiza respectivamente, bem como os arqueólogos Ana Carolina e Árlon Facynek. Também estavam presentes o Presidente da Câmara Municipal Lusinaldo Soares; professora Paula Luana; primeira dama Lourdes Soares; José Francisco (EMATER); Padre Chagas (Matriz de Buriti); Anísio (Sind. Trabalhadores Rurais de Buriti); Coordenador de Turismo e Meio Ambiente em Buriti, Benedito Rubens; Coordenador de Turismo em Castelo do Piauí, Robson Lima e os membros da Associação dos Condutores de Turistas e Visitantes de Castelo – CONDATUR, Carlos Henrique e Paulo Clímaco.

DSC_0459

Arqueólogos Ana Carolina, Ana Luíza, Conceição Lage, Welington Lage e Arlon Facynek; Paulo Clímaco (Condatur); Robson Lima (Coordenação de Turismo em Castelo) e Carlos Henrique (Condatur)

PALESTRA TESE MESTRADO WELINGTON LAGE-24.04

Sentido horário: Benedito Rubens (Coord. Turismo em Buriti); Robson Lima (Coord. Turismo em Castelo); Padre Chagas (Igreja Matriz de Buriti) e Vereador Lusinaldo Soares (Presidente da Câmara Municipal de Buriti)

Na ocasião, o autor lembrou o nome da colega de profissão e amiga Ana Clelia, falecida recentemente, que pesquisou a área de estudo e foi sua orientadora. Em seguida a pesquisa foi entregue ao prefeito Valmir Soares, que se mostrou muito empolgado com as pesquisas acerca do potencial arqueológico do Cânion do Poti, tendo participado inclusive da primeira visita técnica feito pelos professores Welington e Conceição Lage ao local.

DSC_0428

Momento em que Welington Lage entregou sua tese de mestrado ao prefeito Valmir Soares, de Buriti dos Montes

 

A tese foi apresentada com louvor em julho de 2013 na Universidade Federal do Piauí, bem como em alguns congressos Brasil afora, e será novamente apresentada durante Congresso Internacional de Arqueologia que acontecerá em julho/2014 na UFPI, evento em que as gravuras de Buriti dos Montes terão destaque.

Mais fotos:

DSC_0419

Prefeito Valmir Soares

DSC_0418

Profª Conceição Lage, esposa de Welington Lage e autora de trabalhos e pesquisas em sítios arqueológicos em todo o Piauí e outros estados

DSC_0433

Auditório lotado durante a apresentação

Clique aqui e veja todas as fotos na página da CONDATUR no Facebook.

 

Anúncios

Read Full Post »

Ontem (20/12), os estudantes do curso de Arqueologia da Universidade Federal do Piauí – UFPI, Clayrton Ferreira, Angélica Lima, Cecília Lima e Bianca Pimentel, conheceram sítios arqueológicos na localidade Picos dos André e no Parque Natural Municipal da Pedra do Castelo. É importante ressaltar que os estudantes não vieram participar de atividades ligadas à UFPI, mas sim por contra própria, para conhecer os atrativos turísticos.

Os estudantes, que vão para o 3º período do curso, decidiram conhecer Castelo do Piauí por seu grande acervo arqueológico. “Meus pais são de Castelo, então resolvi convidar meus colegas de curso para conhecer os atrativos turísticos daqui, e ficamos surpresos com a quantidade de sítios”, declarou Angélica Lima.

Além dos estudantes universitários, também fizeram parte do passeio turístico Anderson Lima, do portalcdp.com, e os condutores de visitantes Robson Miguel e Carlos Henrique.

 

Fotos:

IMG_0145

Acadêmicos no sítio arqueológico da Pedra Furada dos Picos dos André

 

IMG_0107

Estudantes acompanhados dos condutores Robson Miguel (em cima) e Carlos Henrique (embaixo), nos Picos dos André

 

IMG_0130

Bianca, Clayrton, Cecília, Angélica e o condutor Robson

 

IMG_0194

Portal de entrada da cidade

 

IMG_0268

Cecília, Angélica, Bianca, Clayrton e Anderson, no Salão dos Anjos, local da Pedra do Castelo onde eram enterradas as crianças

 

IMG_0300

Na Pedra do Castelo

 

colagem angelica

Pinturas rupestres dos Picos dos André

Read Full Post »

No último domingo (21) a equipe da Unidade Escola Cônego Cardoso, aqui de Castelo, composta pelas professoras Osmarina, Lúcia Rodrigues, Dalva, Joelma Lima; pela secretária Francilene Soares; pela coordenadora Joelma Sousa e pela diretora Eva Almeida, levou os alunos da IV Etapa da Educação de Jovens e Adultos – EJA, bem como alunos da 7ª e 8ª série do Ensino Regular daquela escola, para conhecerem os sítios arqueológicos dos Picos dos André.

A visitação foi a realização de uma aula prática da disciplina Artes, e teve como principal mote, a abordagem da arte rupestre, constituída de pinturas e gravuras, que na localidade Picos dos André, existe em abundância de cores e formatos.

 

FOTOS:

conego_cardoso_picos8

No ônibus em direção aos Picos dos André

conego_cardoso_picos9 Alunos acompanhados do condutor Carlos Henrique no Ninho do Urubu

 

conego_cardoso_picos10 

Observando as pinturas rupestres

 

conego_cardoso_picos11 Painel com pinturas de cores variadas

 

conego_cardoso_picos12Carlos Henrique e Profª Joelma em pausa para descanso  

conego_cardoso_picos2

Equipe de docentes acompanhada do condutor Jordâno Bruno

conego_cardoso_picos5 Em direção à Pedra do Dinheiro

conego_cardoso_picos7 Foto oficial ao estilo aventura.

Read Full Post »

Durante todo o dia de ontem (22), o arqueólogo e escritor Roberto Khatlab, paranaense de descendência libanesa, especialista em Arte Fenícia, visitou a localidade Picos dos André e Pedra do Castelo, com o objetivo de encontrar algum vestígio de civilizações fenícias em Castelo, bem como em outras cidades do Piauí.

 

arqueologo_libano_fenicios_castelo1Condutor Augusto Júnior, jornalista Marta Tajra, Tito e o arqueólogo Roberto Khatlab, durante visita ao Museu do Tito

arqueologo_libano_fenicios_castelo5

Observando as inscrições rupestres dos Picos dos André

 

Os fenícios estabeleceram-se nas margens orientais do Mediterrâneo, na fina e fértil faixa situada entre o mar e os montes Líbano e Antilíbano. A pequenez de seu território, a presença de vizinhos poderosos, e a existência de muita madeira de cedro (boa para a construção naval), nas florestas das montanhas, parecem ter sido fatores adicionais que orientaram a civilização fenícia para o mar.

Roberto Khatlab mora há 22 anos em Beirut, capital do Líbano, onde trabalha como arqueólogo e veio ao Brasil, mais precisamente para as cidades piauienses de Castelo, Pedro II e Buriti dos Lopes, além do Parque Nacional de Sete Cidades, em Piracuruca especificamente para estudar as possíveis influências fenícias, deixadas através de inscrições rupestres diversas.

Na década de 20 do séc. XX, o historiador austríaco Ludowig Schwennhagen esteve no Piauí para estudar essa intrigante civilização e defendeu que os fenícios usaram o Brasil como base durante pelo menos oitocentos anos, deixando aqui, além das provas materiais, uma importante influência lingüística entre os nativos.

Finalizando seu trabalho, Khatlab participará do Global Rock Art – Congresso Internacional de Arqueologia e Arte Rupestre, que será realizado de 29/06 a 03/07, na cidade de São Raimundo Nonato.

 

MAIS FOTOS:

arqueologo_libano_fenicios_castelo3khatlab e o condutor Augusto Júnior, nos Picos

 

arqueologo_libano_fenicios_castelo4 

Condutor Carlos Henrique mostrando pinturas rupestres ao arqueólogo

arqueologo_libano_fenicios_castelo6

Em visita ao Museu do Tito

 

Com informações de

http://www.acasicos.com.br/html/fencios.htm

Read Full Post »